Está Inadimplente? Saiba Que Nem Tudo é Permitido Na Cobrança Das Dívidas

3 passos para sair do cheque especial

Muitas pessoas se utilizam do cheque especial de forma comum, e algumas pessoas nem mesmo se importam com isto pois não visualizam uma situação negativa que pode acontecer por conta de juros existentes nas suas finanças. Em contrapartida, outras pessoas possuem diversos problemas com este tipo de serviço, e não conseguem resolver este problema.

Para que possamos resolver esta situação, é fundamental que possamos identificar as suas principais causas. E quase sempre, no caso do cheque especial, existem três motivos para que se possa sair do serviço.

Situações além do gasto podem ser resolvidas

A primeira situação é que poderá gerar um gasto além de tudo o que se pode pagar, com o intuito de resolver o problema, a partir disto, se utiliza do limite de crédito existente em conta. Este tipo de eventualidade poderá ocorrer como um acidente de carro, doenças, ou mesmo a situação de falência de negócios de família.

Para muitas situações, as pessoas não contam com praticamente nenhum tipo de reserva financeira, ou mesmo algum tipo de renda extra, e é bastante provável que se consiga sair do cheque especial apenas no pagamento do próximo salário. Até esta situação não existe um grande problema, em contrapartida, esta situação começa a complicar no caso da pessoa ter uma boa parte de seu salário comprometia com despesas fixas, entre elas aluguel, pagamento de prestações de casa ou carro, empréstimos, planos de tv por assinatura, entre diversos outros serviços.

Este tipo de situação deverá levar a pessoa a voltar para o crédito negativo de forma frequente, já que seu orçamento está apertado, para que possa conseguir o cheque especial de forma praticamente definitiva.

O segundo fator está em gastar mais do que ganha

Muitas pessoas poderão não ter o devido controle financeiro adequado, ou até mesmo cultivar hábitos ruins, entre eles comprar por impulso, ou ainda sem saber se terá o dinheiro, e acabam por sua vez ficando no negativo. Este tipo de comportamento acaba por levar a pessoa a ficar cada vez mais em negativo em suas finanças, potencializando inclusive o aumento das suas dívidas, e gerando uma série de problemas graves para a saúde financeira.

O terceiro fator é não saber quanto se ganha e nem quanto se gasta

Para esta situação, a pessoa poderá tender a contar com um saldo negativo bastante inconsistente. Em diversos momentos, acaba ficando um pouco negativo, e em outros momentos muito negativo. A pessoa nesta situação acaba pedindo até mesmo um empréstimo para que possa sair do vermelho, mas não demora muito para voltar a usar o cheque especial. O pior é que esta pessoa não compreende porque está nesta situação e nem mesmo como sair da mesma.

Para sair do cheque especial, comece agora a planejar suas finanças

Comece montando uma listagem completa com todos os gastos, e também todos os seus ganhos. Caso você gaste mais do que ganha, procure reduzir as suas despesas, e procure aumentar as suas receitas, através da realização de trabalhos extras. Se por acaso você gastar menos do que ganha, procure entender que a utilização de cheque especial gera gastos com juros, e por isso seria algo vantajoso pedir este valor usando cheque especial todos os meses em um empréstimo e negociar a parcela para você gastar sempre menos que ganha.

Além disto, é fundamental ter um planejamento e controle das suas finanças, anotando informações e conferindo extratos e faturas de cartões de crédito para ter a certeza de que tudo está anotado, além disto procure analisar as finanças, tendo um bom controle de tudo o que você gasta e o que você ganha. Não deixe de anotar as informações para ter um controle bastante previsto do que está acontecendo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICAÇÕES RECOMENDADAS